O que devemos sempre melhorar no nosso negócio

O que devemos sempre melhorar no nosso negócio

O que devemos sempre melhorar no nosso negócio. Ainda existem muitos empreendedores a achar que uma estratégia é implementada e é deixada a rodar. Mas não. Tudo o que crias deve ser monitorizado num negócio, assim como modificado, caso não esteja a dar resultados ou apenas por uma questão de testes.

Há uns dias atrás estava a ver uma masterclass de um cliente meu que falava na forma como alcançamos o sucesso nas várias áreas da nossa vida. E a verdade é que a diferença entre uma pessoa bem sucedida de uma não sucedida é o facto da bem sucedida já ter falhado várias vezes. Tal e qual como um cientista.

Um cientista quando faz as suas experiências, falha várias vezes até encontrar a solução. Mas quando falha, ele não acha que falhou. Ele apenas recolhe os dados obtidos e faz diferente numa nova experiência.

E isto pode parecer uma trabalheira. Pode parecer um trabalho que não devia ser feito. Aliás, muitos coaches acabam por desistir exactamente por isso. E sempre que eu digo a algum cliente que a estratégia criada inicialmente muito provavelmente vai sofrer alterações, nem sempre é compreendido pelo mesmo.

Mas a verdade é que como já mencionei no artigo “Relacionamento com o cliente: Ou segues a regra ou não vendes” e no artigo “Como oferecer aquilo que o teu público quer”, todas as estratégias devem ser criadas de acordo com as necessidades dos clientes (as necessidades reais e não as que achamos ser).

O porquê de testar e como

E por isso mesmo, com o passar do tempo e à medida em que a consistência na estratégia se confirma, é inevitável não haver testes. Isto porque, as necessidades mudam com o tempo e, de igual forma, com o tempo, nós vamos conhecendo melhor o nosso público e o nosso cliente. Então, teremos sempre novas informações para o nosso negócio crescer (e vamos querer comunicar para chamar a atenção, certo?).

Imagina que crias uma estratégia para venderes as tuas sessões de Coaching. O teu público pode ter como necessidade, querer saber organizar e desfrutar do seu dia-a-dia, sabendo gerir o seu tempo. Inicialmente, a necessidade pode ser a gestão de tempo mas, à medida que vais conhecendo melhor o teu público, vais percebendo que o mesmo são maioritariamente mães que querem ter tempo de qualidade com os seus filhos.

Dessa forma, a tua comunicação pode ser cada vez mais voltada para mães, podendo não só falar na gestão de tempo para mães como também podes criar mais conteúdos que tenham a ver com necessidades, medos, desejos que as mães possam ter e tu podes ajudar.

Lembra-te que quanto mais informações tens sobre o teu público, melhor estará a tua estratégia. E quanto melhor estará a tua estratégia, melhores resultados terás.

Mas na prática, o que deves então ter sempre em atenção para melhorares a tua estratégia?

Melhora os resultados do teu negócio

  1. Sem organização não te focas no mais importante: Se queres ter força física, começas a praticar exercício físico. Se não te esforçares e se não souberes que para haver progresso tem de haver um passo a passo e que esse progresso depende só de ti, é normal que a procrastinação leve a melhor. Para que não te sintas assoberbado, primeiro organiza as tarefas. Todos as acções, prazos, investimentos. Depois, vês quais as acções que realmente são importantes e organizas as mesmas por prioridades. E no fim, revês novamente as acções e a ordem das mesmas e, começas a implementar tudo!
  2. Mede as tuas campanhas de divulgação: Uma das coisas que mais me deixava ansiosa eram as campanhas de divulgação. Eu criava e recriava e as mesmas falhavam sempre. Mas a verdade é que eu também não testava esta acção. Eu criava e se não desse resultado, apagava e voltava a criar. Há quem diga que as campanhas não funcionam porque o público não está correctamente configurado. Há quem diga que tem a ver com o conteúdo. Bem, não há melhor forma de saberes do que analisares a pontuação das tuas campanhas. A mesma vai de 1 a 10, sendo que 10 é a melhor pontuação. E a mesma está associada ao conteúdo e ao público que crias mas também à interacção que a campanha está a ter, por exemplo (por isso aconselho-te a deixares no ar as campanhas pelo menos 1 semana antes de tirares conclusões).
  3. Sempre que há informação nova, comunica: Uma das razões para as estratégias não funcionarem, tem a ver com o criarmos uma e deixarmos a mesma a rodar, sem nos preocuparmos com actualizações. Mas uma estratégia tem de sofrer alterações. Porque como já vimos em cima, o nosso público muda de necessidades ou à medida que vamos conhecendo a nossa audiência, vamos podendo conhecer os seus desejos e medos mais específicos. E se comunicarmos tudo isso, mais pessoas se vão identificar connosco.

Conclusão

Uma coisa que eu tive de perceber com o tempo é que não podemos construir uma casa sem termos o projecto para a construir.

E em relação ao nosso negócio é exactamente isto que se passa. Temos de planear, implementar e monitorizar, testar, actualizar. Não podemos apenas criar uma estratégia e deixar uma campanha a correr, por exemplo.

Faz sentido para ti? Tu estás atento à tua estratégia? Actualizas a mesma mediante a informação que vais ganhando do teu público? Diz-me aqui em baixo nos comentários.

E se fizer sentido para ti, assiste ao podcast aqui em baixo sobre este tema e a tantos outros no Soundcloud 🙂

Até já!

Sara

Deixe um comentário